História e Estórias de Lisboa

Conhecer uma cidade vai muito para além de visitar os seus locais mais emblemáticos ou mais em voga. Por detrás da sua história estão escondidos episódios interessantes que merecem ser conhecidos. E, através das suas estórias descobrimos especificidades e acontecimentos singulares que nos levam a entender melhor esta Lisboa.

História e Estórias de Lisboa

Muitas são as formas de encontrar a história e as estórias.

Pesquisar nos arquivos, apelar à memória dos que têm estórias para nos contar, encontrar na toponímia da cidade aspectos mais curiosos, dispor de um olhar atento e interessado, entre outras.

Mas vamos, também, levar o nosso leitor a viajar por meio de acontecimentos dramáticos, triunfantes, incomuns ou até libertadores que fazem parte do carácter desta magnífica cidade e das suas gentes.

Sugerimos-lhe, desde já, a leitura do nosso artigo História de Lisboa: Um Breve Olhar Através dos Tempos que lhe dá uma visão geral dos principais acontecimentos ocorridos nesta cidade, ao longo dos tempos.

Setembro 11, 2019 getLISBON 2Comment

Percorrendo as ruas da capital encontramos, um pouco por toda a parte, a representação de um barco com duas aves afrontadas. Trata-se do símbolo da cidade de Lisboa, uma barca com dois corvos, elemento central na sua representação heráldica.Ao pensarmos em barco automaticamente estabelecemos uma relação com o rio que envolve Lisboa e o mar que a liga ao mundo.A relação da cidade com rio Tejo é umbilical. Se o rio não existisse provavelmente a cidade de Lisboa também não existiria. A sua localização estratégica assim como a sua subsistência foram desde o primeiro momento determinadas por este rio quase…

Setembro 4, 2019 getLISBON

Sabia que no séc. XVIII existiam em Lisboa cafés onde se servia Neve? Vamos contar-lhe esta curiosa história e a sua ligação com a Real Fábrica do Gelo.Foi durante a pesquisa que realizámos aquando da elaboração do artigo 5 Geladarias Clássicas das Avenidas Novas que tivemos conhecimento que há trezentos anos as classes mais abastadas de  lisboetas recorriam ao consumo da Neve para tornar o Verão mais agradável.Decidimos partilhar com os nossos leitores a história deste importante património material e imaterial, após a nossa recente visita à Real Fábrica do Gelo. Um curioso complexo industrial inserido na Paisagem Protegida da…

Maio 8, 2019 getLISBON

No rescaldo da tragédia que recentemente destruiu parte da emblemática Catedral de Notre Dame de Paris, impõe-se fazer uma reflexão sobre restauro e reconstrução do património artístico. Levantam-se ainda outras questões, desde logo o apuramento da origem do acidente que decorreu durante as obras de restauro da cobertura, essencialmente para que possam ser prevenidas idênticas situações futuras. Perante uma situação que nos parece numa primeira reacção inadmissível, perguntamo-nos até que ponto estará a segurança do nosso património devidamente acautelada.Parece-nos óbvio que por melhores que sejam as medidas preventivas sempre pode acontecer o impensável. Depois de inventariados os danos, interroga-se o…

Novembro 7, 2018 getLISBON

Sabemos que o bairro mais antigo de Lisboa é Alfama, mas o coração da cidade é indiscutivelmente a Baixa Pombalina. Esta e a sua envolvente são o local de eleição dos visitantes, centro comercial a céu aberto dos alfacinhas e ponto de encontro de todos. Mas estas ruas rigorosamente desenhadas a régua e esquadro são o resultado de uma enorme catástrofe. Não fosse a devastação causada pelo violento terramoto de 1755, seguramente este local seria bem distinto. Dizer Lisboa antes e depois do terramoto é o mesmo que dizer Lisboa antes e depois de Pombal. O terramoto trouxe consigo de…

Outubro 31, 2018 getLISBON

Hoje, quando se fala de Lisboa, surge imediatamente a ideia de uma cidade fabulosa, mas houve um trágico episódio que a marcou profundamente, o terramoto de 1755. Todos conhecem a data de 1 de Novembro, marco de um trauma colectivo que ainda hoje ensombra a população, imprimindo-lhe no carácter a sensação de inevitabilidade, resignação, fado… O grau de destruição foi tal que acabou por se tornar um impulso para avanços civilizacionais sem retrocesso. Para além de uma cidade existe uma sociedade, antes e pós terramoto. O fenómeno abalou de forma transversal ricos e pobres. Arrasou casebres, palácios e igrejas, acabou…