Chiado/Bairro Alto/Amoreiras: 360º Delirantes de Cultura e Animação

Esta zona definida pela getLISBON, Chiado/Bairro Alto/Amoreiras, é estonteante; para onde quer que se vire há motivos de interesse. Poder observar Lisboa a 360º justifica iniciar a apresentação desta zona do seu ponto mais alto, as Amoreiras. Daqui vai sempre descendo até ao Tejo no Cais do Sodré passando pelo apaixonante Chiado.

Edifícios na Rua Garrett, Chiado

O miradouro localiza-se nas Torres das Amoreiras onde se encontra um dos centros comerciais de referência da cidade. Na Praça das Amoreiras pode usufruir de um bonito jardim rodeado de edifícios centenários, visitar o Museu Arpad Szenes/Vieira da Silva instalado na pombalina Fábrica dos Tecidos de Seda e o final do grandioso aqueduto das Águas Livres, na Mãe d’Água.

Jardim das Amoreiras

Passando para o Largo do Rato e seguindo pela Rua da Escola Politécnica, uma interessante rua oitocentista, assinalada por bonitos palácios, é onde se situam o Museu Nacional de História Natural e da Ciência e o Jardim Botânico de Lisboa. Comércio tradicional, cafés, antiquários e outras curiosidades animam esta área, erradamente, apelidada de sétima colina (ver artigo Lisboa, Cidade das Sete Colinas). Ainda de referir o Jardim do Príncipe Real com um invulgar cipreste, onde pode desfrutar das ofertas dos quiosques e das feiras que periodicamente se realizam.

No Miradouro de São Pedro de Alcântara é tempo para se voltar a surpreender com a vista que daqui se alcança. Não pode perder a Igreja de São Roque e mesmo ao lado o centro nevrálgico da cidade, o Chiado com as suas lojas, cafés emblemáticos, teatros, igrejas e muita animação.

No ortogonal Bairro Alto, onde existem casas do séc. XVI e palácios que ocupam quarteirões, encontra também bares e dos melhores restaurantes da cidade para jantar e se divertir.

Se pensa que acaba aqui a noite desengane-se, o grande bulício nocturno em voga está no Cais do Sodré, onde existe mais… muito mais para ver.

Rua do Alecrim

Mapa da zona Chiado-Bairro Alto-Amoreiras