Caracóis, Petisco Popular entre os Lisboetas

Caracóis, petisco popular entre os lisboetas
Não perca os nossos artigos | Subscreva
Home » Gastronomia PT » Caracóis, Petisco Popular entre os Lisboetas

Os caracóis surgem com a aproximação do Verão. Lá para Maio, Junho, encontramos penduradas à porta de restaurantes e cervejarias sacos de rede que carregam estes moluscos gastrópodes, uma forma de anunciar que chegou o tempo dos petiscos e das festas populares.

Esta iguaria aparece com a estação quente do ano e é com o final desta que ela, infelizmente, acaba. 

Por isso, aproveite bem, desfrute do bom tempo e deste saboroso petisco.

Prove os sabores da gastronomia portuguesa, visitando locais tradicionais de Lisboa. Saiba mais

Sobre este Molusco

Dose mais pequena de caracóis, servida num pratinho
Saborosos caracóis

Sabe-se que os caracóis são consumidos desde a época do Império Romano, com mais ênfase nas zonas onde são actualmente a Península Ibérica e a França. Mas ao que parece o seu consumo remonta ao tempo dos nossos antepassados recolectores.

Hoje em dia, este molusco faz parte da gastronomia de muitas zonas da Europa, como os mundialmente conhecidos escargots assados, da cozinha francesa.

Cá em Portugal, esta iguaria é mais apreciada no centro e sul, com preferência pelos caracóis mais pequenos.

Os lisboetas gostam de os saborear em esplanadas de restaurantes tradicionais, cervejarias ou quiosques, geralmente ao fim da tarde após um dia bem passado na praia. Dessa forma usufruem da magnífica luz de Lisboa e do clima ameno que a caracteriza. 

Uma imperial gelada é o melhor acompanhamento dos caracóis, caracoletas ou outros petiscos, estes felizmente disponíveis todo o ano. É o caso dos pipis, moelas, pica-pau, saladas frias de orelha de porco, de ovas ou de polvo, bifanas, pregos…

Os lisboetas não dispensam uma imperial gelada para acompanhar os caracóis, caracoletas ou ainda outros petiscos.
Caracóis e imperial

Estes são cozinhados em lume brando com sal e muitos orégãos. Depois, a cozedura é finalizada num caldo composto por cebola, louro, alho, vinho branco e azeite. Há quem junte um pouco de chouriço e malagueta para que o sabor fique ainda mais apurado.

As caracoletas são de dimensão maior e são assadas com sal e servidas com um molho, normalmente de mostarda.

Para os provar, basta ficar atento aos pequenos cartazes improvisados à porta ou nas montras dos restaurantes. 

Cartaz improvisado “Há Caracóis”
Cartaz Improvisado “Há Caracóis”

Pode optar por dose mais pequena servida num pratinho ou dose maior numa travessa de inox. Acompanhe com pão torrado com manteiga, como manda a tradição.

Não se usam talheres. Os caracóis são retirados da casca com a ajuda de um palito de madeira e no caso das caracoletas com um palito metálico.

Fique tranquilo que os caracóis constituem um alimento saudável, pois são ricos em proteínas e pobres em gorduras e calorias. Sais minerais como magnésio, ferro, zinco e cobre são também seus componentes.

Apenas uma ADVERTÊNCIA! Alimento saudável no que se refere apenas aos caracóis, sem contar com o caldo que os cozeu. Compreendemos que há quem não resista em molhar o pão nesse molho delicioso ☺.

Bom apetite!

Sugerimos a leitura do nosso artigo sobre os Sabores Tradicionais de Lisboa que o elucida quanto à origem dos pratos típicos lisboetas.

O projecto getLISBON tem sido muito gratificante. Queremos continuar a revelar singularidades da apaixonante cidade de Lisboa.

Ajude-nos a manter o projecto vivo!

Para isso, basta usar os links que disponibilizamos para fazer as suas reservas. Não lhe vai custar mais e para nós é uma grande ajuda!

• Encontre os melhores hotéis no Booking.com e usufrua dos 15% ou mais de desconto!
• Faça visitas guiadas e outros eventos culturais com a nossa parceira PEDDY+
• Se pretende uma experiência diferente, podemos elaborar um roteiro personalizado de acordo com os seus interesses. Fale connosco!
• Ou se prefere tours e outras actividades em vários destinos, faça a sua escolha na GetYourGuide
• Poupe tempo e dinheiro com o Lisboa Card!
Alugue uma viatura com a Autoeurope e conheça outras regiões de Portugal
• Veja também a vasta oferta de viagens da Agência Abreu

Recommended Posts