Março 14, 2018 getLISBON 2Comment

Na noite do 5.º domingo da Quaresma, o Bairro Alto sai à rua. Não para cantar o fado ou para uma qualquer noite de boémia nos inúmeros e afamados bares e restaurantes, mas para uma manifestação pública de fé, a Procissão do Senhor dos Passos: Do Bairro Alto a São Roque.

Participe nesta manifestação religiosa de pequena dimensão mas grande em descobertas. Para os visitantes de Lisboa, o Bairro Alto é imperdível mas conhecê-lo nessa noite será uma experiência inesquecível!

As Seculares Procissões

Já sabemos que Lisboa é cidade de festas e manifestações populares, entre elas contam-se as procissões.

Não lhe falaremos hoje da Procissão do Corpus Christi, a mais antiga que data do séc. XIII, ou da do Senhor dos Passos de São Roque à Graça, nem da Procissão da Senhora da Saúde, ambas do séc. XVI. Nem tão pouco da Procissão de Santo António, provavelmente a mais acarinhada pelos lisboetas que percorre as estreitas ruas de Alfama e que o Museu de Lisboa – Santo António tem sabido tão bem interpretar e divulgar.

As procissões que acabámos de referir são talvez as mais conhecidas e que movimentam mais crentes e curiosos, e têm, efectivamente, tradição secular. Existem outras que foram reinventadas e que hoje já constituem eventos significativos de manifestações de fé da população de Lisboa.

A realização de procissões não tem sido constante em todos os tempos. Foi interrompida no início do séc. XX, no período da Primeira República, quando com a secularização do Estado, este se tornou profundamente anti-clerical.

Contudo, nos anos 40, as procissões foram mais que recuperadas. O Estado Novo promovia-as numa afirmação ideológica e identitária da ideia de nação que este defendia.

Após a revolução de Abril de 1974 estas tradições foram novamente abandonadas até aos anos 80 em que foram gradualmente recuperadas, não só as seculares mas também as introduzidas mais tarde.

A Procissão do Senhor dos Passos: Do Bairro Alto a São Roque, que hoje trazemos até si, é uma destas últimas. Estamos longe das grandes massas de populares que unem colinas e atravessam as principais ruas do centro histórico, seguindo atrás de andores encabeçados por inúmeras Irmandades e altas individualidades representantes da Igreja, do poder local e até mesmo do Estado.

Os Passos do Bairro Alto

Procissão do Senhor dos Passos: Do Bairro Alto a São Roque
Procissão do Senhor dos Passos: Do Bairro Alto a São Roque

A Procissão do Senhor dos Passos: Do Bairro Alto a São Roque é promovida pela Irmandade de São Roque. Nela participam várias Irmandades de Lisboa e a Irmandade de Santa Cruz e Passos de Nosso Senhor Jesus Cristo de Alenquer.

A procissão sai da Igreja de São Roque e invade o coração do Bairro Alto. Este, habituado ao burburinho dos copos, das vozes de jovens que se elevam em euforia e das músicas mais recentes dos tops é invadido por uma onda de silêncio invulgar. Silêncio apenas quebrado pelos tambores, sinos, leituras e orações dos participantes que constituem um corpo uno.

Neste dia a comunidade do bairro é convidada a participar através da sua presença e na decoração e iluminação das ruas. E assim acontece, as varandas vestem-se de colchas antigas e flores. Às portas e janelas acorrem moradores, proprietários de estabelecimentos, clientes de bares e turistas mais ou menos surpreendidos. Todos respeitam com solenidade a passagem da dramatização do ritual da Paixão de Cristo.

A Procissão do Senhor dos Passos revive a dolorosa recta final da vida de Jesus. Aqui são evocados sete passos que correspondem a episódios marcantes e simbólicos. O ambiente é assim naturalmente pesado, as irmandades usam negro e roxo assim como a figura que avança no andor dobrada pelo peso da cruz.

O Senhor dos Passos percorre diversas ruas do ortogonal Bairro Alto e no Largo Trindade Coelho recolhe de novo à Igreja de São Roque. À porta espera-o a imagem da Senhora das Dores que veio ao seu encontro. A Procissão encerra como começou, em reflexão e recolhimento no interior da igreja.

Senhor dos Passos percorrendo o Bairro Alto
Senhor dos Passos percorrendo o Bairro Alto

Este não é de facto um evento muito conhecido, convidamo-lo por isso a ir ao boémio Bairro Alto e ser testemunha desta curiosa manifestação religiosa.

2 thoughts on “Procissão do Senhor dos Passos: Do Bairro Alto a São Roque

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

17 − sixteen =